Vamos aceitar nosso corpo e acolher nosso ser!

Atualizado: 3 de mai. de 2021

Nosso corpo está sempre na mira, já notou? 


Não importa o quanto a gente faça, parece que sempre há algo para falarem. 

Estamos sempre ouvindo coisas como:

  • “Nossa como você emagreceu!”

  • “Poxa você deu uma engordada, né?”

  • “Ela tem o rosto lindo, mas precisa melhorar o corpo.”

O que é melhorar, engordar ou emagrecer? Na visão de quem? 


Porque isso acontece?


Nossa sociedade tem o estigma do peso bem enraizado, em que se relaciona o peso com a saúde. É comum acontecer a associação entre magreza e saúde, quando na verdade não só pode como muitas vezes acontece a relação contrária. Nem todo magro é saudável, assim como uma pessoa acima do peso pode ser extremamente saudável, com todos os parâmetros de saúde em dia. 

Essa associação é útil apenas para tentar enfiar na cabeça das pessoas que elas precisam mudar a qualquer custo. Já comentei em outros posts que há uma indústria muito interessada nisso, é bastante lucrativo!  


Diversidade de corpos 


A gente pode rever os motivos pelos quais buscamos mais qualidade de vida, porque, ainda que todos pratiquem atividade física e tenham alimentação saudável, a diversidade de corpos continua existindo. 

O foco não precisa ser o físico, mas a saúde física, a mental e a emocional, isso sim é um baita resultado!

Os padrões de beleza mudam: mais ou menos magros, mais peito, menos peito, barriga chapada, cintura violão…e isso não define ninguém.


Normalização do estigma


Muitas pessoas costumam não se importar em perder a saúde, passar fome e fazer tantas outras loucuras como se alimentar por sonda (sim, isso existe!) em busca do corpo idealizado, como os moldados por um “photoshop”. 

Existem diversas opções disponíveis para essa loucura. São shakes supostamente saudáveis (capazes de causar esteatose hepática); jejuns intermináveis que deixam com dor de cabeça (tem tanta gente passando fome sem querer, sério que alguém precisa disso para emagrecer?); exercícios que nem gostam de praticar. 


E a saúde?


Vamos tentar ampliar o olhar sobre as práticas chamadas saudáveis e entender para que elas realmente servem. O foco não é o peso, ou o formato do corpo, porque isso não define ninguém, essa é a cilada, atenção apenas ao corpo e não à saúde. 

Vamos sair do padrão e encontrar caminhos que nos fazem felizes, para ter uma vida mais leve, com menos cobranças e mais respeito por nós mesmos e o ambiente que nos rodeia. Tentar encontrar de novo aquela voz que conversa com a gente, sabe, a nossa sabedoria interna, que nos conta o que é realmente bom para nós, porque está tudo conectado!


E antes de tudo lembrar que: Não há um único tipo de corpo, não há um único tipo de beleza!

Então, você faria exercícios e se alimentaria melhor independente da questão imagem corporal?


E aí, qual é a sua busca? Vamos aceitar o corpo e acolher nosso ser! <3


#Saúdeintegrativa #nutrição #aceitaçãocorporal

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo