Já imaginou tudo que te mantém vivo?

Atualizado: 3 de mai. de 2021

Sinta seu corpo, imagine tudo o que está acontecendo dentro dele apenas para que você se mantenha vivo e respirando. E depois, imagine tudo o que te mantém em atividade também. Pensamentos, movimentos, respiração, batimentos cardíacos, os seus sentidos.


Quantos pensamentos você teve enquanto lê essa pergunta? 


O cérebro está sempre ligado, pensando, imaginando, resolvendo, mas não é apenas isso, ele faz com que seu corpo todo funcione e isso é muita coisa! 

Então, podemos ter a percepção de que existe uma organização intensa para que isso tudo aconteça e também, necessidade de combustível, não é? 

Assim como no caso de uma máquina, quanto melhor o combustível, melhor o cérebro pode trabalhar, e desse modo, o corpo funcionará sem muita necessidade de manutenção.  

Nesse combustível requisitado, estão inclusos: alimentação, atividade física, gestão de estresse, horas de sono, atividades de relaxamento, espiritualidade…ou seja, um estilo de vida saudável. 

Essa é “a pílula mágica” para quem quer prevenir pressão alta, diabetes, colesterol alto, doenças cardiovasculares, depressão e tantas outras doenças crônicas não transmissíveis. A melhor parte é que além de ser gratuita, não tem efeitos colaterais!


Só que, não somos máquinas! 


Por isso, algumas situações externas podem nos tirar do curso, aumentando o estresse, e isso é normal. Nós somos feitos de carne e osso, não somos programáveis, portanto cada um de nós responde de uma maneira diferente a uma mesma situação. Em outras palavras, somos universos diferentes, com vidas diferentes, e é absolutamente compreensível não dar conta de tudo sempre.

Hoje, estamos tendo que lidar com “o novo normal” pelo COVID-19, sem saber qual é exatamente a melhor forma para isso, podendo acontecer o aumento do estresse e ansiedade, levando a interrupção ou irregularidade de hábitos saudáveis para quem já os praticava ou ainda o aumento da preocupação em relação à prática, para aqueles que estavam pensando em agregar estes hábitos à rotina.


O estresse


Por um lado, o aumento do estresse em situações diferentes é normal, como uma resposta natural à algumas situações que necessitam de adaptabilidade de nossa parte. Por outro lado, em excesso o estresse pode ser danoso e se tornar crônico. 

Isso pode resultar em hipertensão, gastrite, diabetes, síndrome metabólica, taquicardias, questões psicossomáticas, depressão, ganho de peso devido ao aumento do apetite….    

Por isso, é importante considerar retomar estes hábitos, ou começar a inseri-los na rotina, já que apesar de toda situação de incerteza, sabemos de uma coisa, comprovadamente: alimentação inadequada e falta de atividade física colaboram para o aumento do estresse e falta de rendimento, sem falar na piora da saúde como um todo. Enquanto que o oposto, reduz o estresse e melhora o humor, aumentando a energia para passar bem o dia. 

Para isso sem dúvida é preciso se planejar e entender que isso é alcançado aos poucos, degrau por degrau, com pequenas metas para que o caminho seja viável e duradouro, não dá para ser 8 ou 80.

Os estressores externos existem, mas as práticas que envolvem um estilo de vida saudável é que dão suporte para o autoconhecimento e desenvolvimento de resiliência para lidar com o estresse e reduzi-lo, já que promovem maior sensação de bem-estar. 


Como organizar a alimentação para ajudar a melhorar o humor e reduzir o estresse?


Nesse período, “o novo normal” deixou as coisas um pouco fora dos eixos e com a alimentação não é diferente. Então, vão aqui algumas sugestões para melhorar a rotina:

  • Faça um planejamento semanal das refeições, com o cardápio em mãos fica mais fácil organizar as compras 

  • O congelamento dos alimentos pode contribuir muito para ter mais agilidade na cozinha 

  • Se não der, tudo bem! Muitas opções de comida caseira podem ser encontradas, o importante é priorizar estas opções e não os industrializados

  • Planeje o momento em que você gosta de comer a famosa “comfort food”, faça isso com atenção, estando 100% no momento e sem culpa. Sabendo que você terá um momento para ela, é possível se organizar e esperar.

  • Faça a gestão do ambiente da sua casa. Tenha sempre água a vista, assim como as frutas. Isso aumentará as chances de você consumir estes itens! 

Alimentos contribuem para redução da ansiedade, melhora do humor e aumento da imunidade 


Nenhum alimento faz milagre sozinho, mas alguns podem contribuir para melhora do humor, da ansiedade e com a imunidade, mas em conjunto com uma rotina saudável! Não adianta dormir mal, comer vários alimentos industrializados e tomar shot para imunidade achando que vai ajudar, ok? 

Ficam aqui algumas sugestões: as frutas cítricas, ricas em vitamina C; os temperinhos da cozinha: alho, açafrão, gengibre, que se encaixam bem em muitos pratos! Alimentos ricos em zinco e magnésio como: sementes de abóbora, de gergelim e de linhaça, castanhas, nozes, amendoim, shitake, lentilha, espinafre, aveia, feijão, aspargos, brócolis; e alimentos ricos em ômega-3 como sementes de linhaça e chia, nozes.


#estresse #alimentação #humor

17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo